Dr. Rath Health Foundation

Responsibility for a healthy world

O maldito “negócio da epidemia da SIDA” está acabando

As novas descobertas das duas Instituiçoes Académicas em Hamburgo e Heidelberg, na Alemanha, publicadas em Maio de 2009 nos “Procedimentos da Academia Nacional de Ciencia dos Estados Unidos” - de que os extractos de chá verde podem inibir o vírus da imunodeficiencia HVI - pode chegar ao mundo como uma surpresa mas nao para nós, ou para si que está atento á nossa página de internet.

Os investigadores destas Instituiçoes publicaram a prova científica de que o EGCG (Epigalocatequina Galate) - uma componente natural do chá verde - pode ser usada como um agente antirectroviral eficiente para reduzir a transmissao do vírus da sida por via sexual. O estudo demonstrou que o EGCG pode neutralizar uma proteína pequena (um péptido) presente no sémen humano e que promove a infecçao do HIV. Este péptido pode estimular a infecciosidade do HIV pela formaçao de uma rede de fibrilas que podem prender o vírus e juntá-lo á superfície das células, promovendo portanto a infecçao viral destas células.

Os investigadores descobriram também que na presença do EGCG tal rede de fibrilas nao podem ser formadas, suprimindo entao a capacidade dos vírus de infectar as células. Os cientistas sugeriram que o EGCG deve ser administrado como um componente dos agentes anti-microbianos nos cremes vaginais. Uma vez que o EGCG é muito estável num ambiente ácido, tal como o ambiente vaginal, e pode ser usado para abolir as propriedades pró-HIV do sémen humano e prevenir a disseminaçao do vírus.

No entanto, a eficiencia do EGCG contra o HIV foi reportado neste trabalho nao é no entanto nova. Isto foi óbvio em muitos outras publicaçoes científicas anteriores. Os cientistas Alemaes limitaram-se a fornecer mais informaçao sobre estes possíveis mecanismos em que o EGCG é preventivo das infecçoes pelo HIV.

Os nossos estudos recentes com células infectadas com o HIV cronicamente demonstraram que o extracto do chá verde tem ainda outro efeito. Suprime a replicaçao dos vírus dentro das células humanas. Esta supressao pode realçar uma possível combinaçao entre o extracto de chá verde e o ácido ascórbico mas também outros nutrientes como a Lisina. A nossa abordagem científica expandiu para além dos efeitos individuais resultantes da tomada dos nutrientes, tal como apresentado do estudo Alemao. Nós introduzimos o princípio da sinergia biológica que permite atingir efeitos fisiológicos com baixas doses desses nutrientes e preservando o equilíbrio metabólico - a base de todas as funçoes celulares saudáveis.

Também, o EGCG nao é o único nutriente eficiente na luta contra o vírus da sida, vários estudos conduzidos há cerca de duas décadas documentaram que a vitamina C e a N-acetilcisteína podem inibir muitos estágios metabólicos relacionados com o HIV e a sua replicaçao dentro das células humanas. O trabalho substanciando que a eficiencia da vitamina C como elemento anti- HIV foi conduzido em 1990 pelo Dr. Raxit Jariwalla e a sua equipa investigadora, e endossado pelo prémio Nobel Dr. Linus Pauling. Os estudos documentando o potencial anti-HIV da N-acetilcisteína foram também publicados no princípio da década de 1990 na Universidade de Stanford na Califórnia.

Todas estas e muitas outras descobertas desafiando a medicina baseada na indústria das drogas farmaceuticas e o seu negócio das drogas antirectrovirais (ARV), foram ignorados pela medicina tradicional por duas décadas. Para além disso, os pioneiros científicos desta investigaçao foram vigorosamente combatidos pelo lobby farmaceutico que promovem as drogas quimioterápicas para combater o vírus HIV. Como resultado desta oposiçao, milhoes de pacientes com sida vieram a morrer sem necessidade e o custos das drogas tóxicas ARV está estrangulando as economias de muitos países, especialmente as dos países em desenvolvimento.

O que poderia despoletar o estudo da EGCG com relaçao á Sida?

A publicidade á volta do nosso trabalho na África do Sul e a nossa documentaçao sobre os significantes progressos e benefícios da tomada dos micronutrientes (incluindo o EGCG) em mais de 1000 pacientes sofrendo de HIV foi intencionalmente desenvolvida para atacar o Dr. Rath e as suas descobertas, numa clara tentativa de desacreditar o seu trabalho. Isso nao teve sucesso mas pelo contrário, despoletou um interesse em considerarem as opçoes naturais para combater o HIV.(para ler o sumário de “a saúde da nossa comunidade em África” clique AQUI).

A ciencia nao progride aderindo a dogmas mas de desafios e ideias que inspiram pesquisas por respostas e verdades científicas. Por isso, as descobertas da equipa de investigaçao Alema simplesmente substanciou que o Dr. Rath e a sua equipa investigadora tem vindo a declarar há anos a verdade do controlo natural das epidemias de sida no mundo.

Eles também confirmam o potencial de substâncias naturais tais como os “polifenóis” - adicionalmente ás vitaminas, minerais e muitos outros nutrientes nas protecçao da nossa saúde. Estes benefícios para a saúde sao atingidos sem o risco tóxico ou efeitos colaterais que estao sempre inerentes ás drogas farmaceuticas. Este e muitos outros estudos confirmam que a política do lucro desenvolvido pela indústria farmaceutica falhou em trazer inovaçao e soluçoes eficientes benéficas para a saúde das pessoas. Em vez disso, agarra-se á velha forma de ser com todas as unhas, protegendo o seu património e lutando contra tudo e todos que procuram o progresso, ameaçando-os de se tornarem obsoletos.

Como é que voce pode ajudar o futuro da medicina?

Será que a investigaçao sobre o EGCG finalmente encontrará aplicaçoes práticas para lutar contra o HIV? E que tal usarmos este extracto de chá verde na luta contra outras doenças que comprovadamente o EGCG pode combater? Quantas pessoas estao familiarizadas com a informaçao disponibilizada sobre a sinergia entre os micronutrientes contra o cancro, as doenças cardíacas, a sida e muitos outros problemas de saúde?

Nós nao podemos contar com os cientistas Alemaes - ou de outra qualquer Instituiçao ou País - para lutar contra o “negócio da doença” da indústria farmaceutica. No entanto, enquanto nós já temos todas as ferramentas científicas necessárias para lutarmos juntos, para mudar o destino da medicina no mundo nós precisamos de sua ajuda e colaboraçao.

Em particular, a necessidade de uma educaçao sobre a saúde nas pessoas é de importância vital para o equilíbrio da saúde no planeta, paralelamente a isso há os benefícios económicos pois tanto os governos como as pessoas pouparao mais, realçando o facto de que a pouco e pouco o mundo se livrará de muitas doenças. A este respeito, o nosso programa World Health Alphabetization (WHA, ou seja, Alfabetizaçao do mundo sobre a saúde) é uma ferramenta chave e nós requeremos de si o apoio e que partilhe urgente com todos á volta na sua regiao. A mensagem a divulgar é que por todo o mundo e por falta de informaçao as pessoas ficam doentes por uma simples carencia em micronutrientes, e isto já foi provado em estudos sobre as vitaminas e minerais. Permitimo-nos acreditar que uma vez que as pessoas saibam disso e começam a prestar mais atençao á sua alimentaçao, bem como á necessidade de passarem a um estado de vida mais activa fisicamente, respeitando os tempos de repouso, temos a certeza que ganharemos a luta contra as doenças cardiovasculares, o cancro, a sida e muitas outras doenças que sacrificam a humanidade.

Também tao importante, no entanto, toda a gente devia tomar conhecimento destes factos:

Ao divulgarmos estes factos científicos e ao mesmo tempo informando as pessoas da existencia de alternativas eficientes e mais seguras do que as drogas farmaceuticas, voce vai estar a ajudar a salvar milhares de vidas, talvez algumas das pessoas que voce conhece e está a atravessar uma situaçao de saúde grave, e esta informaçao venha permitir a reviravolta que só estas pessoas sabem que precisam nas suas vidas.

Mais detalhes nas nossas páginas de internet podem ser encontradas na nossa página de links. Peça apoio aos seus familiares, amigos, colegas, divulgar uma mensagem de boas notícias a quem precisa delas é uma obrigaçao de todas as pessoas que se regulam pelo amor uns pelos outros, e pelo que está certo, e está certo darmos as maos uns aos outros, especialmente quando a vida está em risco e tanto sofrimento oprime os coraçoes das pessoas capazes de fazer algo pelas outras.

O futuro da medicina está nas nossas maos!

Todos juntos conseguiremos as permissoes necessárias á legalizaçao das medicinas alternativas por todo o mundo, mas esse passo começa com a subscriçao das petiçoes nos nossos sites, peça-nos os links e junte-se a nós, brevemente estaremos junto de si.